SOU CATÓLICO

SOU CATÓLICO

AUTORIA: Pe. Irala
ANO DE CRIAÇÃO: 1997.05.17

OBSERVAÇÃO

DOWNLOADS

Católico significa universal, que abraça o mundo.

Todas as pessoas que buscam Deus no mundo inteiro,

eu as abraço porque sou católico.

E se vierem a mim eu as recebo.

Tento compreendê-las, porque sou católico.

Tento ajudá-las em seus problemas, porque sou católico.

As abraço, sem discutir religião,

sem criar nenhum tipo de “guerra religiosa”

porque sou católico.

Toda pessoa que colabora para o bem comum é minha amiga

e eu a abraço porque sou católico.

Todas as religiões, enquanto não tentam me obrigar sem me convencer,

tem direito ao meu apreço, à minha estima, porque sou católico.

Faço questão de fazer sempre o bem,

sem olhar a quem, porque sou católico.

E não estou todo dia tentando convencer outros

a participarem dos meus cultos,

das minhas devoções porque sou católico.

Aos que se proclamam de religião católica, eu os trato como irmãos

e faço o possível para que se sintam bem comigo,

na Igreja, no trabalho, na convivência.

Não sou fanático, mas sempre estou disponível para ajudar,

porque sou católico.

Sei que quanto melhor for o clima dentro da nossa própria Igreja,

mais fácil será conservar aqueles, que por qualquer motivo,

estão mais afastados da prática religiosa.

Não condeno ninguém, já que Cristo não veio

para condenar e sim para salvar.

Não promovo cruzadas de nenhuma espécie

que signifiquem dominar a consciência dos outros pela força ou poder.

Como católico, compreendo que devo pedir perdão

por quantas vezes eu e meus irmãos e irmãs já fizemos isto.

Não confio na ideia de primeiro tomar o poder

para depois fazer o bem, sendo que o bem

deve ser feito simplesmente, com ou sem poder.

Não sigo a linha fascista

de pensar que o mundo se divide em “Nós e os Outros”.

Aceito o mundo plural como ele é tentando respeitar a todos,

e de todos tentando aprender alguma coisa, porque sou católico.

Quanto à discussões, trato de não colocar mais lenha na fogueira.

Tenho certeza de que em assuntos de religião,

de nada vale falar quando não há receptividade.

Ser Católico é para mim colocar no mundo

a Criatividade herdada de Deus Pai,

a Integração, como tarefa encomendada por Jesus

e a Gratuidade da Comunicação do Espírito Santo.

Tento não servir a ídolos, sejam estes poder, prazer ou quaisquer outros.

Entendendo que os ídolos modernos espiritualizaram-se todos,

se demonizando e diluindo no mare-magnum

de uma incomensurável falta de sentido.

É para mim ser Católico, viver de fé com a convicção

do Apóstolo Paulo, e vivendo de fé e na fé,

amar Deus antes de tudo, o ser humano mais do que a Igreja,

as pessoas mais do que os projetos para elas feitos,

amando a mim mesmo e meus amigos

com a amplidão católica do mundo.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.