COMO MANDA A LEI – Roteiro

COMO MANDA A LEI – Roteiro

AUTORIA: Grupo OPA
ANO DE CRIAÇÃO: 1984, 1986 e 2003

OBSERVAÇÃO

Criação coletiva do Grupo OPA, começando em encontro Regional de Salvador, Bahia, de 1984 e finalizado em encontro Nacional de Salvador, em janeiro de 1986. Apresentado no Cine Teatro Solar Boa Vista, em Salvador, em 24 de outubro deste mesmo ano. A partir de 2003 várias ideias e canções deste trabalho são usadas no Rosário no Centro Histórico de Salvador. Foram inseridas as canções para os Mistérios Luminosos e a canção final Coroação de Maria. -- Baixe este roteiro em PDF Clicando no ícone no campo DOWNLOADS.

DOWNLOADS

Recitado em grupo – grupo de dança com coreografia de pulsação:

GEROU

(Composição coletiva OPA SSA JAN/86)

GEROU… GEROU… GEROU…

ABRAÃO… (QUE GEROU)

ISAAC…(QUE GEROU)

JACÓ…(QUE GEROU)

JUDÁ…(QUE GEROU)

TOMAR…(QUE GEROU)

RUTE…(QUE GEROU)

JESSÉ…(QUE GEROU)

DAVI…(QUE GEROU)

SALOMÃO…(QUE GEROU)

JOATÃO…(QUE GEROU)

AMÓR…(QUE GEROU)

SADOC..(QUE GEROU)

NATAN…(QUE GEROU)

JACÓ…(QUE GEROU)

JOSÉ…(ESPOSO DE…)

MARIA…(QUE GEROU)

ESPANTO…(QUE GEROU)

CARINHO…(QUE GEROU)

TERNURA…(QUE GEROU)

AMOR…(QUE GEROU)

A DOR…(QUE GEROU)

LAMENTO…(QUE GEROU)

CONSOLO…(QUE GEROU)

CORAGEM…(QUE GEROU)

DISCÓRDIA !

 

Música e dança
PRIMEIRO MISTÉRIO

(Nizan Guanaes, Sérgio valente e Grace Gomes – OPA SSA 1984)

FALA-SE NOS BECOS, DIZEM NAS ESQUINAS

DAQUELA MENINA TÃO NOVINHA AINDA

QUE DESPUDORADA, VIL, DISSIMULADA BÍS

QUE SEJA APEDREJADA,

COMO MANDA A LEI, COMO MANDA A LEI

SALVE RAINHA, CHEIA DE GRAÇA

FOSTE ESCOLHIDA POR DEUS.

“DEUS LOUVO O TEU NOME.

DEUS QUERO SER TUA.

DEUS O QUE QUERES DE MIM?”

NÃO RECEIES NADA, BEM AVENTURADA BÍS

FOSTE ABENÇOADA, SERÁS MÃE DO SALVADOR

ENTRE AS MULHERES PRIVILEGIADA

QUE SEJA EXALTADA, BÍS

COMO MANDA A LEI, COMO MANDA A LEI

 

CAMINHADA: – Da Caldéia até Canaã, o caminho é longo e difícil. Mas nosso Pai, Elchadai, nos protegerá.

– O povo do Egito caminha há muito pelo deserto. Mas Aquele, a quem não podemos

dizer o nome, Adonai, esteve sempre ao nosso lado.

– Que Elohim nos livre do bezerro de ouro e nos conceda a força de Moisés.

-O Rei Davi expandiu os nossos territórios. Que Javé ilumine se filho Salomão.

 

Música e dança

SEGUNDO MISTÉRIO

(Nizan Guanaes, Sérgio valente e Grace Gomes – OPA SSA 1984)

E ANDANDO ENTRE AS MONTANHAS

DA CIDADE DE JUDÁ

NA CASA DE ZACARIAS

ISABEL, FOI ENCONTRAR

LOGO QUE ELA OUVIU MARIA

SÃO JOÃO POS-SE A PULAR

EXULTANTE DE ALEGRIA

GLORIFICO O MEU SENHOR

QUE OLHOU SUA POBRE SERVA

E SEU VENTRE ABENÇOOU

DERRUBOU OS PODEROSOS

E OS HUMILDES EXALTOU.

 

Música e dança

TERCEIRO MISTÉRIO

(Nizan Guanaes, Sérgio valente e Grace Gomes – OPA SSA 1984)

E O QUE O ANJO AVISOU, SE DEU

CORREU NO CÉU UMA ESTRELA, CORREU BÍS

VARREU DA GENTE A TRISTEZA, VARREU

DEU ESPERANÇA O MENINO, DEU.

E O CÉU TODO ESTRELOU

VEIO PASTOR E REI DE TODOS OS LUGARES

E CADA CORAÇÃO SUBIU COMO UM BALÃO

PRA FESTEJAR O PRIMO DE JOÃO

E QUE O ANJO AVISOU, SE DEU

CORREU NO CÉU UMA ESTRELA, CORREU

VARREU DA GENTE A TRISTEZA, VARREU

DEU ESPERANÇA O MENINO, DEU.

 

Nascimento – Texto e expressão mulheres

(Texto: Luisinho Vieira e Grace Gomes)


: Gerar… Gerar… Gerar… Gerar…

Gerar faz parte do universo de ser mulher

E foi dito: Sim !

Comunhão plena entre dois seres diferentes, num só.

Criação.

Criar e marcar uma vida – transformação física.

Mente, corpo e alma. A maior distância no menor espaço.

Empunhar as rédeas numa nova caminhada. Fecham-se portas.

Mergulhar fundo nas grutas da fé.

Segue o brilho. Esse que ofusca a dor e dissolve a angústia.

Romper o cordão – separação.

Vazio… Não ! Cheia. Cheia de Graça.

Acariciar uma sensível presença.

Semear luz. Intuição.

Transformar-se em alimento.

Ceia. Seio.

Soa frágil e leve.

No colo macio pousa um olhar.

Ser simplesmente mulher.

Ser plenamente mulher.

 

Música e dança

E O QUE O ANJO AVISOU, SE DEU

CORREU NO CÉU UMA ESTRELA, CORREU

VARREU DA GENTE A TRISTEZA, VARREU

DEU ESPERANÇA O MENINO, DEU.

E O CÉU TODO ESTRELOU

VEIO PASTOR E REI DE TODOS OS LUGARES

E CADA CORAÇÃO SUBIU COMO UM BALÃO

PRA FESTEJAR O PRIMO DE JOÃO

E QUE O ANJO AVISOU, SE DEU

CORREU NO CÉU UMA ESTRELA, CORREU

VARREU DA GENTE A TRISTEZA, VARREU

DEU ESPERANÇA O MENINO, DEU.

 

Música e dança

QUARTO MISTÉRIO – GOZOSO

(Nizan Guanaes, Sérgio valente e Grace Gomes – OPA SSA 1984)

COMO ESTÁ PREVISTO

COMO ESTÁ NOS LIVROS BIS

FOI INICIADO COMO MANDAM OS ANTIGOS

FOI CIRCUNCIDADO, FOI APRESENTADO

AO SENHOR DO TEMPLO BIS

COMO MANDA A LEI , COMO MANDA A LEI

 

Teatro

Detetive: Alô?… Detetive Yollanda ao seu dispor… Exatamente ! Yollanda com “Y’ e dois eles.

Qual é a sua graça ? … Como é que eu sei que a senhora é cheia de graça ?… Ora, francamente, minha senhora ! Vamos deixar de brincadeira, porque eu sou uma detetive séria… Claro ! Seu fiho desaparecer não é brincadeira !… Não fique preocupada, a senhora ligou para a pessoa certa. Só um minutinho… Quando a senhora o viu pela última vez ?… Numa caravana?… Certo… E a senhora estava na caravana ?… Certo… E o seu marido também estava na caravana ?… Certo… Lógico, minha senhora… elementar, minha cara senhora… Se o seu marido estivesse com o menino a senhora não estaria ligando a uma hora dessa !… Olha, minha senhora, vamos parar com essa brincadeira. Eu já falei que sou uma detetive séria… Claro, perfeitamente. Mas, recapitulando: quem estava na caravana ?… E a senhora e seu marido estavam juntos?…Não estavam juntos ?… Olha, minha senhora: eu não sei com quem eu estou falando; vamos logo se identificando. … Que interessante !… Eu sou escorpião ascendente em libra. … Como ? Não é de signo que a senhora está falando ?… Como é isso minha senhora ? … Ah… foi um tal de Gabriel !… Mas não se preocupe, minha senhora. Locarizarei imediatamente esse Gabriel pra cortar suas asinhas… Como ? Não precisa ?… Ah, a senhora é amiga dele ?… E seu marido sabe disso ?… Ele também é amigo desse Gabriel ?…Nãããão, não precisa se justificar. Este é um assunto da sua vida e eu não quero me intrometer. A mim só interessa os dados de seu filho. … Oh, que lindo, minha senhora ! Todos nós somos filhos de Deus. … Claro… Perfeitamente… Mas a senhora não acha um tanto de super-proteção chama-lo de rei dos Judeus ?… Ah, não ?… A senhora não acha… Não, eu não acho que a senhora seja louca não. Minha mãe é igualzinha, igualzinha !… Mas, continuando: … Ah, ele nasceu em Salvador… Na Bahia ? … Ah, não ! Ele é o Salvador do mundo !… Não, não, não… Eu acredito ! Quando eu nasci, minha mãe achava a mesma coisa: que eu ia salvar o mundo… Quem ?… Salvador daqui ? … Não, mas já ouvi falar de um tal de Salvador Dalí. Alias, o estilo dele é igual ao papo da senhora. … Calma, calma, minha senhora… eu não estou nervosa… Calma… eu não estou lhe desrespeitando, minha senhora… Olha aqui, minha senhora: já é muito tarde e os dados jà estão anotados. Eu vou desligar. Expediente encerrado. … Não se preocupe… vou desligar… Boa noite, minha senhora… Passar bem… boa noite, minha senhora. (Desliga o telefone) Nossa Senhora ! Que papo mais estranho ! Um menino perdido… um tal de Gabriel… e eu metida nessa história toda… Meu Deus… Onde estára esse menino ?

 

Música e dança

QUINTO MISTÉRIO

(Nizan Guanaes, Sérgio valente e Grace Gomes – OPA SSA 1984)

EU NÃO ME IMPORTO QUE ELE SAIA

NEM QUE ESTEJA SEMPRE AO MEU LADO,

MAS FICO TRISTE QUANDO ELE FOGE,

E NEM ME DEIXA UM RECADO.

ONDE ANDARÁ ESSE MENINO?

ONDE ESTARÁ NOSSO SENHOR?

ESTÁ CUIDANDO DO SEU DESTINO,

ESTÁ DISCUTINDO COM CADA DOUTOR.

COMO NADA A LEI…

TUDO É MISTÉRIO INEXPLICÁVEL

E NO ENTANTO, INEVITÁVEL,

TUDO PREVISTO PELOS ANTIGOS.

COMO MANDA A LEI…

( Ave Maria, Cheia de Graça… )

 

Música e representação de uma procissão – expressão de dança

PROCISSÃO

(Nizan Guanaes e Grace Gomes – OPA SSA 1986)

SOB O OLHAR DO CÉU

DO VENTO E DA VENTANIA

CRESCENDO EM SILÊNCIO

EM FÉ E SABEDORIA

VAI CRESCENDO O MENINO

É O FILHO DE MARIA

DEIXA ESPERAR O TEMPO

DEIXA A FÉ SOPRAR O VENTO

DEIXA CHEGAR SEU MOMENTO

DEIXA AMANHECER SEU DIA

LÁ VEM NOSSO CORDEIRO

JOÃO DISSE QUE VIRIA

CRUZOU A PALESTINA

NOSSO REI NOSSO MESSIAS

A ÁGUA VIROU VINHO

E O CEGO VIU O DIA

O PEDRO VIROU PEDRA

E JUDAS VIROU MOEDA

DEU A CÉSAR O QUE DE CÉSAR

E A JESUS SUA AGONIA

 

Teatro – Apresentadores de telejornal

Repórteres:

R1- As coisas estão um pouco conturbadas no Reino de Israel. As quatro principais tendências político-religiosas esperam um Messias. Os Essênios, monges do deserto o esperam longe dos grandes dos grandes centros, afastado dos pecados do mundo. Os Zelotas, exigem a libertação através das armas; esperam um Messias guerreiro, um líder político, um homem de guerra que traga novas glórias ao Reino de Israel.

R2 – Os Saduceus, que detém o poder econômico do Reino de Israel, exigem um Messias rico, que através deste poder possa extinguir as lamúrias do povo. Os Fariseus, com sua derrotada flexibilidade, detentores do conhecimento e, da lei exigem que o Messias siga rigorosamente os desígnios da tradição judaica: eles esperam um Messias sacerdote.

R1 – Acima de tudo isto, os romanos temem a mobilização popular. Receiam também uma revolução e a consequente perda do território conquistado., Jesus o homem que se diz o Messias esperado, contradiz a todos os anseios das facções dominadoras.

R2 – Ele se coloca a favor das classes menos favorecidas, gerando um mal estar na cúpula do Governo.

R1 – Está se iniciando um processo de comoção popular, pois muito se diz sobre os feitos desse Nazareno.

R2 – O caos e a balbúrdia estão generalizados na terra de Judá. A situação exige atitudes drásticas. A cruz é o destino de quem ousa enfrentar tantos em tão pouco tempo. Jesus deverá pagar com a vida.

 

Projeção de imagens em tela fundo palco
Sombra representação de Jesus em oração no Monte das oliveiras.

HORTO

(Nizan Guanaes e Marcos Ribeiro

Colaboração g. de Música do OPA SSA JAN/86)

SILÊNCIO, É NOITE…

EU ORO E A HORA VEM.

É MEDO, É MORTE,

É SAUDADE TAMBÉM.

MINHA AGONIA, NINGUÉM VIGIA,

MINHA CRUZ E PAIXÃO.

SOFRER AGORA, MORRER É HORA

PRA VOLTAR VINHO E PÃO.

NÃO POSSO EVITAR,

NÃO POSSO AFASTAR BÍS

A DOR DESSE CÁLICE

PRESO EM MINHAS MÃOS

 

Expressão corporal pessoas se arrastam pelo chão,
com imagens de sangue escorrendo em tela fundo do palco

FLAGELO

(Nizan, Guanaes, Marcos Ribeiro e PC Bernardes

colaboração g. de música do OPA SSA JAN/86)

RASGAM-LHE A CARNE

FERE-LHE ESPINHO

MORRE SOZINHO

ALQUEBRADO E NU

NU E SOZINHO

COMO NASCEU

MORRE A CARNE

RENASCE O DEUS.

 

Teatro: Mulher em cena, homem lhe da um susto
Coreografia Dança com Música

COROAÇÃO

(Nizan Guanaes, PC Beranardes, Marcos Ribeiro e Luisinho Vieira – Opa SSA -BA Jan/86)

BEM QUE EU TE AVISEI

QUE ESSA HISTÓRIA SUA IA ACABAR MAL

AH, ESSA MANIA DE DAR JEITO EM TUDO

TOCAR A PRÓPRIA VIDA

E PODER SER UM SIMPLES CARA NORMAL

EMPREGO, VIDA MANSA

TER SEGURO TER POUPANÇA E COISA E TAL

OS GRANDES HERÓIS SEMPRE SE DERAM MAL

(SEMPRE SE DERAM ,SEMPRE SE DERAM MAL)

NINGUÉM É INVENCÍVEL, NINGUÉM IMORTAL

SER SUPER-HERÓI É UMA ILUSÃO

A VIDA NÃO É CINEMA NEM TELEVISÃO.

 

Continuam em cena e entra Música com expressão do calvário. Tela ao fundo com imagens de textura rústica e ao final passa pela sobra Maria amparada em sua dor.

CALVÁRIO

(Pe. Irala, PC Bernardes e Maria Célia Monteiro

colaboração grupo de música do OPA Nacional SSA – BA Jan/86)

VAI JESUS EM SEU CALVÁRIO

CARREGANDO NOSSA DOR

REDIMINDO MEUS PECADOS

VAI JESUS NOSSO SENHOR

AI DE TI JERUSALÉM

QUE DEIXASTE MAGOAR

NA FOGUEIRA O LENHO VERDE

QUE VEIO PRA TE SALVAR

(AI DO LENHO SECO)

QUE VEIO TE ILUMINAR

E NO LENÇO DE VERÔNICA SE ETERNIZOU

TODA SUA AGONIA, TODA SUA DOR

UMA QUEDA TANTAS QUEDAS

TEVE QUE CAIR

SEM NINGUÉM PRA LHE AJUDAR

NINGUÉM PRA LHE ACUDIR

CIRINEU FOI PREMIADO

NÃO SABIA, NÃO

AJUDOU UM CONDENADO

QUE ERA A SALVAÇÃO

E MARIA CAMINHAVA COM A MULTIDÃO

SETE ESPADAS TRANSPASSAVAM O SEU CORAÇÃO.

 

Teatro – Médico legista descreve tecnicamente a crucificação apresenta slides para ilustrar.

Médico: Corpo de um homem de cor branca, aparentando 35 anos, medindo um metro e oitenta e cinco centímetros, pesando 80 kg. Constituição física: anatomia perfeitamente proporcional. Robusto, cabelos compridos, barba fendida. Este corpo apresenta características de ter sido submetido a tortura física – morte de cruz. Os olhos, projetados de suas orbitas, denotam o enorme sofrimento físico a que foi submetido esse homem. Nariz fraturado, provavelmente em decorrência de uma queda. Verificam-se escoriações nos joelhos e em diversas partes do corpo, o que reforça a hipótese de queda. Há marcas de flagelação em decorrência do uso de chicotes, em cujas extremidades das correias estavam presas bolas de chumbo. Essas marcas podem ser vistas nas espáduas, região lombar e na porção anterior do tórax. Há também evidências de chicotadas – sulcos – nas coxas, pernas, contornando o membro. Verificam-se, ainda, escoriações nos ombros, em decorrência do transporte nas costas de uma tora de madeira. Tendo sido o fato, morte de cruz, presume-se ter sido essa tora, o patíbulo. O homem foi erguido à cruz e para que seu corpo ficasse suspenso, foram fixados em ambos os punhos, cravos de sustentação, localizados no espaço livre de Destot – espaço situado entre os ossos do corpo. Nos pés, lesões indicativas de que foi usado apenas um cravo, estando os dois cruzados, o esquerdo à frente, o direito atrás, fixados diretamente sobre o lenho. Nota-se pelo ferimento localizado na região sub-axilar do lado direito, que o corpo desse homem foi perfurado por uma lança que atingiu o pericárdio, chegando a aurícula direita do coração. Entretanto, esse ferimento não foi a causa determinante de sua morte, como veremos a seguir: Causa mortis – A humilhação, aliada a perturbação psicológica pela qual deve ter passado o crucificado, as hemorragias abundantes pela pele e a dor, causaram enfraquecimento do corpo e aceleraram sua agonia. A fixação dos braços levantados acarreta relativa imobilidade das costelas, dificultando-lhe a inspiração. Isto causou ao crucificado asfixia prolongada. Veio a óbito em decorrência de insuficiência respiratória.

 

Mulher sozinha no centro do palco canta

LAMENTO DE MARIA MADALENA

(Pe. irala – OPA SSA JAN/86)

AH, PORQUE TINHA TUDO ISSO QUE ACONTECER

TUDO ISSO QUE EU NÃO SEI COMO EXPLICAR,

NÃO SEI DIZER

NÃO SEI NEM MAIS CHORAR

AS LÁGRIMAS SECARAM DESTE MEU OLHAR

MEU OLHAR PERDIDO EM SOMBRAS DE ILUSÃO

JÁ SE FOI A FÉ, JÁ SE FOI O PERDÃO

TUDO SE ACABOU

E NESTE APENAS RESTO DE ESPERANÇA

QUE É MEU CORAÇÃO

O AMOR MORREU, MEU AMOR MORREU

O AMOR MORREU.

 

Luzes apagadas, entra grupo com velas se movimentando entre plateia e palco.

RESSURREIÇÃO

(Pe. Irala OPA SSA -JAN/86)

ALEGRIA

AO RAIAR DA AURORA

NOVA VIDA

NOS ILUMINOU.

NA ESPERANÇA

BRILHA A LUZ DA VIDA.

CRISTO VIVE,

ALELUIA !

 

Grupo de dança expressão de braços

Entra locução em off

Pentecostes:

Chegando o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos num mesmo lugar. De repente veio do céu um ruído como se soprasse um vento impetuoso e toda a casa onde estavam sentados. Apareceram-lhes então uma espécie de encheu línguas de fogo que se repartiram e repousaram sobre cada um deles.Ficaram todos cheios do Espírito Santo. E começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.

 

 

OBSERVAÇÃO

Relativa ao final da apresentação do grupo de Salvador em Teatro:

A canção “Onde estará”, usada na criação do musical, foi substituída por tema instrumental para a apresentação no teatro em 1986. Posteriormente, em 2003, quando foram acrescentados os mistérios Luminosos, criou-se então, a canção “Coroação de Maria”, por Grace Gomes, Luisinho Vieira e Robertinho Mesquita Ribeiro (Veja no site do OPA www.opa.art.br buscando a música, Coroação de Maria), para finalizar o trabalho completo e foi incorporada como final para o Rosário no centro histórico de Salvador. Trabalho do OPA local com a Arquidiocese de Salvador, e junta vários grupos em 4 igrejas do Centro Histórico.

 

 

FINAL da criação original, no encontro nacional de Salvador, janeiro de 1986:

Todos os participantes desfilam como escola de samba
seguindo a bateria, cantando:

ONDE ESTARÁ? (Obs: Música em ritmo de samba enredo)

(Sérgio Valente, Luisinho Vieira e Beá Gandra JAN/86)

ONDE ESTARÁ ?

CHEGOU À PORTA DESTA PARAGEM

PASMOU, NÃO ENCONTROU NEM SINAL

DAQUELE QUE NOS LEVOU QUASE A GLÓRIA

PERGUNTO: ONDE QUE ELE ESTARÁ ?

E UM HOMEM LHE PERGUNTOU POR QUE CHORA.

E CHORA, NÃO ENCONTROU SEU AMOR

LHE DISSE: “EU NÃO SUBI PARA A GLÓRIA

MAS VOU, VOCÊ PODE ACREDITAR

ESPALHE E ANUNCIE A ‘BOA NOVA’:

ESTOU ENTRE VOCÊS PRA FICAR”

CORREU, AOS SEUS AMIGOS DE SEMPRE

E ALGUÉM QUE NÃO LHE VIU DUVIDOU

E OUTRO PERGUNTOU.

PERGUNTOU DA VIDA, DA VITÓRIA SOBRE A MORTE

SE IA SUBIR PRA GOVERNAR A NOSSA SORTE

ENTÃO RESPONDEU:

“EU VOU MAS FICO ALÉM DA HISTÓRIA.

 

SEI QUE VOU VOLTAR PRA REVELAR;  CHEGOU A HORA”. (BIS)

 

E COMO GRANDES LÍNGUAS DE FOGO

VAI FICAR ENTRE O POVO PARA ENCORAJAR

E VOLTAM SETE GRAÇAS DE NOVO

É PRESENTE PRA GENTE QUE QUER ACREDITAR

 

CHEGOU QUEM UM DIA ANUNCIOU

QUE AINDA VAI FICAR O SEU AMOR       (BIS)

ELE VAI ENSINAR, ELE VAI RESGATAR

ELE VAI REDIMIR, ELE VAI CONSOLAR

 

MARIA QUE CHOROU, JÁ SABE A DOR NÃO VOLTARIA

UM DIA AO CÉU SUBIU PRA DIRIGIR NOSSA HARMONIA

E AO LADO DE JESUS PORTA-ESTANDARTE DA ALEGRIA

ASSIM FOI COROADA PELO POVO NOSSA RAINHA

E ASSIM SEMPRE BENDITA ENTRE AS MULHERES

SALVE RAINHA

FIM

VÍDEO


No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.